02/12 – Dia Pan-americano da Saúde

A data, comemorada desde 1941, quando foi instituída pelo Decreto nº 8.229, tinha o objetivo de mobilizar o continente em torno de campanhas de educação e prevenção, buscando qualidade de vida e bem-estar para os indivíduos. Essas campanhas educacionais tinham como foco a conscientização da população sobre os principais cuidados necessários para prevenir doenças que são típicas da região.


Graças a campanha do Dia Panamericano da saúde, muitas conquistas foram alcançadas. Uma delas, no Brasil, é a erradicação da poliomielite (a paralisia infantil), que ocorreu depois de uma extensiva campanha de vacinação, que se iniciou nessa data. Além disso, há ainda extensa campanha de controle regular das vacinações, boa alimentação e prática de esportes.


A data não nos lembra de cuidar apenas de nossa saúde, mas de olhar a saúde da nossa região como um todo, exigindo do governo serviços públicos de saneamento, vacinação, atenção à saúde da população, entre outros.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, saúde significa ter o corpo, a mente e a vida social saudáveis. Porém, há outros fatores envolvidos no contexto, como, bem-estar e qualidade de vida, que tem em comum a busca por corpo e mente sadios!

Bem-estar é a capacidade de uma pessoa suprir as suas necessidades e estar satisfeita com a vida. Já a qualidade de vida é “a percepção do indivíduo de sua inserção na vida, no contexto da cultura e sistemas de valores nos quais ele vive e em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações”.

Envolve o bem estar espiritual, físico, mental, psicológico e emocional, além de relacionamentos sociais, como família e amigos e, também, saúde, educação, habitação, saneamento básico, dentre outros fatores.

Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades, é o terceiro Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidades (ONU).

Conheça os 5 passos para uma vida mais saudável, com qualidade e bem-estar:

Passo 1

Adote hábitos saudáveis: alimente-se de maneira saudável; não fume; evite café e bebidas alcoólicas em excesso; não dirija após ingerir bebida alcoólica; procure dormir 8 horas diárias; faça atividades esportivas e de lazer regularmente; resolva problemas de forma racional, encarando-os positivamente; administre seu tempo realizando uma atividade de cada vez; cultive o bom humor.

Passo 2

Trabalho: programe e tire férias anuais; não leve serviço para casa; mantenha o ambiente de trabalho limpo, iluminado, ventilado, sem cigarros, poluição ou barulho excessivo; em momentos de tensão faça um relaxamento com respiração lenta e pausada.

Passo 3

Esporte e lazer: faça 30 minutos diários de atividade física, de forma contínua; suba e desça escadas em vez de usar elevador; nos momentos livres faça caminhada, pratique esportes, dance; escute música; faça passeios ao ar livre; saia com amigos e família; reserve um tempo só para você.

Atividades físicas proporcionam benefícios físicos e psicológicos, tais como: controle do peso corporal; controle dos níveis de glicose, de colesterol, da pressão arterial; melhora da mobilidade das articulações; aumento da densidade óssea (previne a osteoporose); aumento da resistência física; ajuda no controle da depressão; melhora a qualidade do sono; mantém a autonomia; evita o isolamento social; alivia o estresse; aumenta o bem-estar; melhora a auto-imagem e a auto-estima.

Lembre-se: antes de iniciar a prática de exercícios físicos, procure orientação profissional e passe por uma avaliação médica.

Passo 4

Cuidado com o sol: busque as horas mais frescas do dia e evite exposição prolongada ao sol; use sempre protetor solar nas áreas expostas ao sol; use óculos escuros e roupas claras, chapéu ou boné para proteger-se.

Passo 5

Alimentação: faça, no mínimo, cinco refeições ao dia (café da manhã, lanche, almoço, lanche e jantar); coma frutas, legumes e verduras variados diariamente; evite refrigerantes e salgadinhos; beba pelo menos dois litros (6 a 8 copos) de água por dia; faça as refeições em ambiente calmo e nunca assistindo televisão; evite comer em excesso quando estiver nervoso ou ansioso.

Fontes:

CEMIG Saúde Federação Médica Brasileira Secretaria de Saúde do Distrito Federal. 5 passos para uma melhor qualidade de vida: uma meta ao seu alcance. (Folder impresso) Universidade de São Paulo. Escola de Artes, Ciências e Humanidades. Qualidade de vida



2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo