17/9 – Dia Mundial da Segurança do Paciente

Promover a segurança do paciente é papel de todos os cidadãos envolvidos no ciclo do cuidado: profissionais de saúde, indústria, pesquisadores, professores, formuladores de políticas públicas e o próprio paciente. Para alavancar as discussões sobre o tema, garantindo maior conscientização das sociedades e reduzindo os riscos nas internações.


Na 72ª Assembleia Mundial da Saúde realizada em maio de 2.019, a Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu o dia 17 de setembro como o Dia Mundial da Segurança do Paciente.


O propósito da data é mobilizar pacientes, profissionais de saúde, formuladores de políticas, pesquisadores, redes profissionais e o setor de saúde para defender a segurança do paciente.


No Brasil, o Ministério da Saúde instituiu o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP), por meio da Portaria MS/GM nº 529/2.013, com o objetivo geral de contribuir para a qualificação do cuidado em saúde, em todos os estabelecimentos de saúde do território nacional, públicos ou privados, de acordo com a prioridade dada à segurança do paciente na agenda política dos estados-membros da OMS.


Como melhorar a segurança do paciente?

Se você é um paciente:

– envolva-se ativamente no seu próprio cuidado; – é bom fazer perguntas! Cuidados de saúde seguros começam com uma boa comunicação; – certifique-se de fornecer informações precisas aos profissionais de saúde sobre seu histórico de saúde.

Se você é um profissional de saúde ou líder de serviços de saúde:

– envolva os pacientes como parceiros em seus próprios cuidados; – trabalhem juntos pela segurança do paciente; – garanta o desenvolvimento profissional contínuo para melhorar suas habilidades e conhecimentos em segurança do paciente; – crie uma cultura de segurança aberta e transparente.

Se você é um formulador de políticas:

– investir na segurança do paciente resulta em economia financeira; – invista na segurança do paciente para salvar vidas e gerar confiança; – torne a segurança do paciente uma prioridade nacional de saúde.

Se você é um pesquisador, estudante, faz parte de instituição acadêmica ou profissional:

– gere evidências para melhorar a segurança do paciente. Sua pesquisa é importante! – incentive a pesquisa em segurança do paciente; – incorpore a segurança do paciente em currículos e cursos.

Se você é de uma associação profissional, organização ou fundação internacional:

– promova a segurança do paciente para alcançar a cobertura universal de saúde; – ofereça oportunidades de aprendizado e desenvolvimento para a segurança do paciente.


Fonte: https://bvsms.saude.gov.br/17-9-dia-mundial-da-seguranca-do-paciente-seguranca-do-paciente-uma-prioridade-global-de-saude/





1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Anemia